Home Notícias golpe antigo em nova embalagem

golpe antigo em nova embalagem

por Notícias TI Forense

O que você pensaria se recebesse um e-mail com o assunto ” Central Intelligence Agency, caso #45361978″? Você acha que alguém, em algum lugar, cometeu um erro e enviou um arquivo secreto sem querer? Que você está sendo recrutado para o Serviço Secreto (bem, nunca se sabe)? Independente da ideia maluca que passe em sua cabeça, é mais provável que você esteja errado e que esses e-mails sejam usados ​​para extorquir seu dinheiro.
Uma mensagem, supostamente da CIA, ameaça prendê-lo por posse de pornografia infantil e exige dinheiro

Acusado de pedofilia pela CIA

O autor dos e-mails que atraiu a atenção de nosso grupo de especialistas está se passando por um agente da CIA que supostamente descobriu as informações pessoais do destinatário no caso #45361978 (relacionado com a posse e a distribuição de pornografia infantil, ou algo do gênero).  O “agente” da CIA está prestes a prender mais de 2 mil responsáveis por pedofilia em 27 países. Incluindo quem está recebendo o e-mail.

O cibercriminoso está sendo gentil ao entrar em contato e divulgar todas as informações detidas pelo departamento: aparentemente, não só o nome, número da vítima telefone e e-mail, mas também o endereço pessoal e empresarial, e informações sobre parentes (obtidos por meio de várias fontes da suposta investigação, como o provedor de serviços de Internet, conversas online e redes sociais).

Supostamente, o cibercriminoso tem acesso ao arquivo do tribunal e pode evitar a prisão, apagando informações comprometedoras. No entanto, para isso acontecer, a vítima terá que pagar U$ 10 mil em bitcoin. Mas não há tempo a perder, já que as primeiras execuções das sentenças começarão em algumas semanas e, para que esse funcionário da CIA o ajude, você deve transferir a quantia em menos de nove dias.
Exemplo de e-mail de extorsão que ameaça prender o usuário por suposta posse de pornografia infantil

Não acredite nos golpistas

Esse tipo de golpe por e-mail que acusa a vítima de consumir pornografia não é novidade. No entanto, na maioria dos casos, os cibercriminosos se referem à pornografia legal; e se apresentam como hackers em suas mensagens recheadas de erros ortográficos e ameaçam revelar os hábitos imorais da vítima para amigos e colegas.

Comparada ao spam de sextortion comum, a mensagem da “CIA” está bem escrita, a gramática está correta e, em termos de estilo, soa bastante institucional. Os golpistas também se preocuparam com o design: a mensagem tem um bom formato e é de fácil leitura. Além disso, o cabeçalho com logotipo da CIA que aparece na tela aumenta o ar de autenticidade.

No entanto, parecer imponente não torna uma mensagem verdadeira. Não se ofenda, mas provavelmente a CIA não está nem aí para você. O mais provável é que os golpistas descobriram seu e-mail em um banco de dados online vazado ou até mesmo chegaram a ele por acaso.

Muito provavelmente, não têm nenhuma informação sobre você. Essas mensagens são enviadas a milhares, ou até milhões, de pessoas com a esperança de que alguém morda a isca. Considerando o montante do resgate, mesmo que apenas algumas vítimas paguem, o tempo e o esforço dos criminosos valerão a pena.

Não entre em pânico

Se você receber um e-mail supostamente enviado pela a CIA, o mais sensato é enviá-lo para a lixeira na hora. A probabilidade de alguém estar de olho em você de Langley é muito baixa. No entanto, se você é curioso e quer lê-lo, nosso primeiro conselho é não entrar em pânico.

  • Nunca pague o montante solicitado pelos golpistas. Isso só vai encorajá-los a pedir mais.
  • Não responda ao e-mail, mesmo que você realmente queira provar que seu nome no “arquivo judicial” é engano. Ao fazer isso, você só confirmará que seu endereço é válido e causará uma onda de spam. Por esse mesmo motivo, não tente provocar os golpistas.
  • Feche a mensagem e marque como spam: isso ajudará o filtro anti-spam a fazer um trabalho melhor.

Fonte: https://www.kaspersky.com.br/blog/cia-sextortion/11935/

Artigos Similares

Deixe seu comentário